Diabetes Tipo 1 – Saiba tudo sobre ela nesse artigo e entenda como tratar!

A Diabetes tipo 1 acontece quando a produção de insulina pelo pâncreas se torna deficiente, pois as suas células acabam sofrendo de um grande problema que é a destruição autoimune, gerando uma série de desconfortos ao indivíduo em questão.

O pâncreas pode acabar perdendo completamente a sua capacidade natural de produzir insulina em razão de um defeito que pode acontecer no sistema imunológico, fazendo com que os nossos anticorpos aticam as células que são responsáveis pela produção desse hormônio.Diabetes tipo 1

Diante dessa situação, o corpo acaba deixa de reconhecer as células que produzem a insulina e as consideram como sendo algo estranho ao organismo da pessoa.

O Tipo 1 normalmente aparece em apenas 10% dos pacientes que apresentam o quadro da diabetes. Quem porta a tipo 1 acaba precisando fazer o uso das injeções diárias de insulina para que assim seja possível manter a glicose no sangue nos seus valores normais.

Infelizmente quem não faz o uso da insulina da maneira correta, acaba colocando a sua vida em risco. O tipo 1 pode aparecer em qualquer idade e momento, mas é mais comum de ser diagnosticada nas crianças, adolescente e jovens.

Nesse artigo nós vamos trazer especialmente para você leitor (a), as informações mais importantes a respeito da Diabetes tipo 1. Com certeza até o final desse artigo os seus conhecimentos sobre o assunto serão totalmente ampliados. Confira!

Diabetes tipo 1: algumas informações importantes a respeito desse assunto

A diabetes está presente na vida de muitas pessoas e por isso é um tema que precisa receber uma certa atenção especial.

Confira a seguir alguns fatores interessantes a respeito da Diabete tipo 1:

  • Causas

Esse tipo de diabetes acaba sendo desenvolvida em porque o sistema imunológico destrói completamente algumas importantes células do pâncreas, que são as grandes responsáveis pela fabricação da insulina. Isso resultado no fato de que o organismo das pessoas com essa diabetes, não é capaz de produzir mais a sua própria insulina nas quantidades adequadas para manter o corpo saudável.

É possível que a doença seja passada através de uma herança genética e por esse motivo, acaba sendo passada de pai para filho por exemplo.

A insulina é fundamental para que seja possível levar o açúcar do sangue até as células, de maneira que a glicose possa ser estocada ou usada como fonte de energia do nosso corpo. O diabético tipo 1, não consegue fazer com que a glicose entre nas células, gerando então o acumulo no sangue.

  • Sintomas

Em relação aos sintomas mais relatos pelas pessoas que foram diagnosticadas com a doença, podemos ressaltar:

  • Náusea e vômito;
  • Mudança constante de humor;
  • Fadiga;
  • Fraqueza;
  • Nervosismo;
  • Perda de peso, mesmo com a pessoa comendo muito;
  • Fome durante o dia inteiro;
  • Sede constante e praticamente desesperadora;
  • Vontade de urinar várias vezes ao dia.

Atenção: ao contrário da diabetes tipo 2, que esses sintomas vão aparecendo aos poucos, na do tipo I é possível verificar que tudo acontece de maneira extremamente rápida, principalmente a sede excessiva, vontade de urinar e emagrecimento.

diabetes-tipo-1-tem-cura

Quando acontece o diagnóstico tardio dessa diabetes, é possível que aconteça das células não conseguirem mais a glicose necessário para a produção de energia e em razão disso, o organismo começa a quebrar tanto a gordura quanto os músculos para gerar combustível.

Quando a gordura passa a ser utilizada para esse fim, corpos cetônicos começam a ser produzidos e vão diretamente para a corrente sanguínea, gerando um completo desequilíbrio chamado de cetoacidose diabética química.

Os sintomas da cetoacidose diabética química são: pele quente, seca e avermelhada; dor abdominal; perda de apetite; hálito cetônico; agitação ou sonolência; dificuldade para acordar; confusão; e até mesmo coma.

  • Tratamento da doença

O melhor tratamento para esse tipo de diabetes é manter uma vida sempre muito saudável e controlar nos mínimos detalhes a glicemia, pois isso vai ser o suficiente para impedir que a doença gere complicações.

⚠ ATENÇÃO!
Um tratamento com base em alimentação tem dado resultados extremos há muitos portadores de diabetes, para informa-los melhor, fizemos um artigo.                                                Conheça o tratamento clicando aqui!
  • Exercícios Físicos

A atividade física é importante para qualquer pessoa, mas para os diabéticos tipo I é ainda mais, pois com essa prática é possível manter os níveis de açúcar no sangue controlados e ainda não correr o risco de ganhar peso.

  • Uma Boa Dieta

As pessoas que possuem diabetes devem evitar ao máximo o consumo do açúcar que está presente dos carboidratos e doces em um geral, pois estes apresentam um índice glicêmico alto demais. Normalmente a dieta deverá ser elaborada por um nutricionista, pois este profissional será capaz de desenvolver uma alimentação totalmente adequada para essa situação.

Comentários finais sobre o assunto

Agora que você já conhece um pouco sobre o diabetes tipo 1, não perca mais o seu tempo com dúvidas se você está sofrendo ou não desse mal: procure um médico o quanto antes!

Se você gostou do conteúdo exposto nesse artigo, aproveite para conhecer também sobre a Diabetes tipo 2 clicando aqui.

 

 

Diabetes Tipo 1 – Saiba tudo sobre ela nesse artigo e entenda como tratar!
Avalie esse post

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!