Glicemia

Muitas pessoas ouvem falar sobre a Glicemia, mas não sabem exatamente do que se trata esse assunto, mas você vai poder resolver essa questão ainda hoje.

Glicemia é o nome dado a quantidade de glicose presente no nosso sangue. O resultado está totalmente relacionado à insulina que é produzida pelo pâncreas e a quantidade de carboidratos que normalmente é ingerido durante o dia.

Entendemos com base nisso que:

glicemia normalO consumo de carboidratos em altos níveis pode provocar para que exista a elevação da Glicemia. Normalmente em pessoas saudáveis, o pâncreas consegue compensar esse excesso produzindo mais insulina para que a glicose seja completamente absorvida pelas células, mas quando o pâncreas não consegue cumprir essa função, temos então o surgimento da diabetes.

O excesso de glicose no sangue é conhecido como hiperglicemia, o que significa que o corpo não é capaz de produzir insulina suficiente para que a glicose entre de fato nas células. O oposto dessa situação é chamado de hipoglicemia, que é a falta de glicose no sangue.

Nesse artigo nós vamos trazer todas as informações realmente relevantes a respeito dela. Vale a pena conferir tudo o que foi desenvolvido para ampliar os seus conhecimentos sobre esse assunto. Boa leitura!

Glicemia: todas as informações que você realmente precisa saber sobre esse assunto

Para que esses números possam ser realmente monitorados, é recomendado realizar o exame em jejum, onde os resultados podem variar de acordo com os seguintes critérios:

  • Normal: abaixo de 100 mg/dL
  • Intolerância à glicose: jejum de 100 a 125 mg/dL/ 2 horas após 75g de glicose: de 140 a 199 mg/dL
  • Diabetes Mellitus: jejum maior que 126 mg/dL/ 2 horas após 75g de glicose: maior que 200 mg/dL

De maneira simples, para que exista um bom equilíbrio em relação a taxa de glicose no organismo, é fundamental manter o controle dos carboidratos que são ingeridos em relação à insulina que o pâncreas é capaz de produzir.

Revisando o que acontece com o seu corpo

Quando você bebe ou come algum alimento, o seu organismo precisa decompor os açúcares e amidos em glicose, que é a fonte de alimentação das suas células.

A insulina é um hormônio responsável por mover a glicose do sangue para as células. Quando a insulina está ausente ou não está funcionando como deveria, o seu corpo não consegue quebrar a glicose, fazendo com que exista um acúmulo de açúcar no sangue.

Com o passar do tempo, ela pode até mesmo desencadear uma série de problemas nos olhos, rins, coração, pés e outras áreas. Existe um risco ainda maior no que diz respeito a doenças da pele, boca e acidente vascular cerebral.

Com o tempo, a sua alta pode levar a problemas no coração, rins, olhos, pés e outras áreas. Você está sob maior risco de hipertensão arterial, acidente vascular cerebral, doenças da boca e da pele, entre outras coisas

para que realmente seja possível manter a diabetes sob total controle, o grande objetivo é sempre mante-la dentro de um padrão aceitável. Normalmente o médico que está tratando o determinado paciente, vai indicar qual é padrão a ser considerado.

Glicemia: medindo a glicose no sangue

Você poderá fazer isso através do exame de Glicemia colhendo apenas uma pequena quantidade do seu sangue. Os testes podem ser realizados em casa ou em laboratório. Existem dois tipos, confira:

  • Exame de A1c

Este é um teste de laboratório que mede o nível médio de glicose no sangue em relação a dois ou três meses atrás. Com o resultado será possível verificar se o nível de glicose permaneceu dentro do padrão ou se apresentou picos mais altos ou baixos.

O exame A1c também é fundamental para que o médico possa decidir a quantidade necessária do medicamento para tratar a diabetes.

  • Auto-teste

Esse teste é simples e utiliza apenas uma gotinha de sangue. Com o medidor de glicose, é possível fazer uma leitura ao se levantar, antes de comer e depois das refeições, e também ao tomar o medicamente e na hora de dormir. De qualquer forma, somente o médico poderá indicar para você em quais momentos do dia o exame deverá ser feito.

Veja o vídeo – “Diabetes e os Alimentos CORRETOS Para Glicose Alta no Sangue | Dr. Rocha”

⚠ Fizemos um artigo completo, explicando como funciona o tratamento e como adquiri-lo.       Veja o artigo completo Clicando Aqui

Glicemia: comentários finais sobre o assunto

Como você pode ver a Glicemia diz respeito a um assunto extremamente sério e por isso merece toda consideração e atenção para que os devidos cuidados sejam tomados da melhor maneira possível.

Se você gostou do que foi exposto nesse artigo, aproveite para ler também sobre a Pré-Diabetes clicando aqui.

Glicemia
Avalie esse post

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!